Como saber se tenho urticária?

Se você suspeitar que tem urticária com base nos sintomas comuns, é importante consultar um profissional de saúde para um diagnóstico preciso e tratamento adequado, pois existem diferentes tipos de urticária. Eles podem ajudar a determinar a causa subjacente de seus sintomas e fornecer orientação sobre o gerenciamento e tratamento da urticária de forma eficaz.

A urticária é uma condição da pele caracterizada por verrugas elevadas com coceira, pápulas, urticária ou inchaços na pele com ou sem inchaço (angioedema). Aqui estão alguns sinais e sintomas comuns da urticária:

Urticária vermelha ou branca levantada na pele: Estas urticas podem variar em tamanho e forma e podem aparecer de repente e variar de tamanho. A cor da pele das urticárias pode coincidir com a cor da pele circundante ou parecer vermelha ou mais clara ou mais escura.

Coceira: A urticária é tipicamente acompanhada de coceira, que pode variar de leve a grave. A sensação de coceira pode estar localizada na área afetada ou se espalhar por todo o corpo.

Inchação: Além da urticária, pode ocorrer inchaço, geralmente nas camadas mais profundas da pele. Este inchaço pode afetar o rosto, lábios, língua, garganta, ou outras partes do corpo.

Sensação de queimação ou ardência: Algumas pessoas com urticária podem experimentar uma sensação de queimação ou ardência juntamente com coceira.

Natureza transitória: A urticária geralmente vem e vai dentro de algumas horas, com urticária individual normalmente durando menos de 24 horas. No entanto, novas urticas podem continuar a aparecer à medida que as antigas desaparecem e as crises podem estar presentes por períodos mais longos e diagnosticadas como crônicas por natureza.

A urticária é mais do que um problema de pele; vem com várias comorbidades. Reconhecer e abordar esses desafios adicionais de saúde é crucial para uma abordagem holística para entender e gerenciar os desafios que os indivíduos com essa condição enfrentam. Leia mais sobre diferentes tipos de urticária
aqui
.

De que forma posso melhorar a qualidade de vida?

Viver com urticária pode ser desafiador, mas existem medidas que você pode tomar para melhorar a qualidade de vida e gerenciar seus sintomas de forma eficaz.

Use ferramentas para rastrear sintomas: Há uma série de ferramentas para o seu computador ou celular que irá ajudá-lo a registrar os sintomas, bem como gerenciar sua saúde, humor e nutrição. Use isso para discutir com seus cuidadores e equipe médica.

Identificar padrões: Tente identificar e rastrear potenciais fatores associados a cada surto e tomar medidas para evitar ou minimizar a exposição a eles. Isso pode incluir certos alimentos, medicamentos, alérgenos, estresse, mudanças de temperatura e pressão sobre a pele. No entanto, note que também pode ser espontâneo sem gatilho conhecido.

Gerencie o estresse: O estresse pode exacerbar os sintomas da urticária em alguns indivíduos. Pratique técnicas de redução do estresse, como respiração profunda, meditação, ioga ou relaxamento muscular progressivo para ajudar a gerenciar os níveis de estresse e potencialmente reduzir a frequência ou a gravidade dos surtos.

Priorize o sono: Lembre-se de priorizar seu sono. Escolher os materiais de cama certos, como tecidos naturais respiráveis, e evitar travesseiros de espuma de memória, que podem fazer você se sentir quente e suado, pode fazer uma grande diferença em como você dorme. É tudo sobre encontrar o que funciona melhor para você.

Use esta
Ferramenta de Tomada de Decisão Compartilhada da Global Allergy & Airways Patient Platform
que pode ajudar seu Profissional de Saúde a saber mais sobre onde você está com sua UC e trabalhar com você para criar ou alterar seu plano de gerenciamento para que ele atenda às suas necessidades e metas específicas.

Que apoio externo está disponível para as pessoas que vivem com Urticária?

Ao buscar apoio de profissionais de saúde, conectar-se com outras pessoas que entendem sua experiência, acessar informações confiáveis e explorar várias opções de tratamento, você pode gerenciar efetivamente a urticária e melhorar sua qualidade de vida.

Existem várias fontes de apoio externo disponíveis para ajudar a diagnosticar e viver com Urticária:

Profissionais de saúde: Consulte um profissional de saúde, como um dermatologista, alergista ou imunologista para um diagnóstico adequado e plano de tratamento. Esses profissionais têm experiência para avaliar seus sintomas, realizar exames, se necessário, e recomendar medicamentos ou terapias apropriadas para controlar a urticária de forma eficaz.

Organizações de defesa do paciente: Viver com Urticária às vezes pode parecer isolante, mas conectar-se com outras pessoas que compartilham experiências semelhantes pode fornecer apoio, encorajamento e orientação inestimáveis. Organizações de pacientes e grupos de apoio oferecem uma comunidade de apoio onde os indivíduos afetados pela Urticária podem compartilhar suas histórias, trocar informações e encontrar apoio emocional.

Grupos de apoio: Participar de um grupo de apoio para indivíduos com urticária ou doenças crônicas de pele pode fornecer apoio emocional valioso, dicas práticas e estratégias de enfrentamento. Grupos de suporte on-line, fóruns e comunidades de mídia social podem conectá-lo a outras pessoas que entendem o que você está passando e oferecer incentivo e conselhos.

Apoio familiar: Ter uma forte rede de apoio de familiares e amigos pode fazer uma diferença significativa na sua jornada com a Urticária. Inicie conversas abertas e honestas com sua família e amigos sobre sua experiência com a Urticária. Compartilhe informações sobre sua condição, incluindo sintomas, opções de tratamento e como isso afeta sua vida diária, bem como seus sentimentos.

Recursos educacionais: Aproveite os recursos educacionais respeitáveis e sites que fornecem informações sobre a urticária, suas causas, sintomas e opções de tratamento.

Teste de alergia – entendendo quando é necessário: Se a sua Urticária é suspeita de ser causada por alérgenos, testes de alergia podem ser recomendados para identificar fatores específicos que podem causar a Urticária. Isso pode incluir testes cutâneos de puntura, exames de sangue ou testes de contato realizados por alergistas ou imunologistas.

A urticária crônica é muito raramente causada por alérgenos externos. No entanto, se o seu médico suspeitar que você pode ter uma urticária alérgica, eles irão realizar testes de puntura, testes de contato ou exames de sangue.